Cinenómada no ARTIUM

29 de janeiro, 4 e 5 de fevereiro de 2012, no ARTIUM Centro-Museo vasco de arte contemporáneo - Vitoria
Cinenómada en Vitoria

O cinema africano estará presente no ARTIUM Centro-Museo vasco de arte contemporáneo e irá fazê-lo através do Cinenómada, um programa financiado pela Casa África e gerido por Al-Tarab, organizadora do Festival de Cinema Africano de Tarifa (FCAT), que tem como objectivo dar a conhecer a produção cinematográfica do continente africano em Espanha.

A Casa África patrocina o Cinenómada porque tem, como Al-Tarab, o objectivo de dar a conhecer o cinema africano ao maior número possível de espectadores espanhóis e de aproximar África a Espanha.

O Cinenómada coloca à disposição de diferentes entidades uma ampla selecção de títulos procedentes das passadas edições do FCAT, legendados em espanhol, que é hoje a única oferta desta dimensão e género que existe em Espanha e que garante a realizadores e a produtores do continente africano alguns rendimentos, que, embora modestos, são frequentemente os únicos que obtêm.

É dirigido a associações, municípios, conselhos, universidades, centros culturais, cinematecas, museus e qualquer tipo de organismo ou instituição interessada na promoção do cinema africano. Com o Cinenómada consegue-se difundir ao longo de todo o ano um cinema que, de outra forma, continuaria a estar concentrado exclusivamente em festivais especializados.

Reensamblajes é o segundo programa audiovisual do ciclo El Factor Subjetivo, cujos filmes nos conduzem por contextos geopolíticos de diferentes continentes. O programa Reensamblajes é apresentado no contexto da exposição Piel de Gallina (Pele de Galinha), de Regina José Galindo.

Tomando como centro discursivo a noção de «etnografia visual feminista» as cineastas selecionadas integram uma visão pós-colonial com o objetivo de restituir as formas de enunciação cultural das histórias e os indivíduos marcados como as «outras inapropriadas e inapropiáveis». O denominador comum dos filmes que aqui se mostram é a necessidade de refletir criticamente sobre os imaginários dominantes que influenciaram a modernidade ocidental.

Pela mão do Cinenómada chegarão a este ciclo os seguintes filmes:

29 de janeiro:

Un rêve d'indépendence (Um sonho de independência)

4 de fevereiro:

Les oubliées (As esquecidas)

5 de fevereiro:

Nos lieux interdits (Lugares proibidos)

Dados de interesse:

Local: Auditório do ARTIUM, Centro-Museo vasco de arte contemporáneo. C/ Francia, 24. CP: 01002 (Vitoria)

Hora: 19h30

V.O.S.E

Preço de cada filme: 2 € (valor para todo o ciclo, 8 €) Membros associados: gratuito

Programa completo aqui

 
 
 
Compartir con:
 
 
Newsletter

E-Newsletter


Recibe nuestro boletín electrónico semanal con las actividades y noticias de Casa África.

 

Quién es Quién en África


 

  • Filter by:
 
of425

There are no results for this search
 

Efemérides


Premios de Casa África


Premios Griot de Ébano, Premios de Ensayo, Premios de cine...