XII Mostra de cinema realizado por mulheres

De 12 a 18 de março de 2012, em Huesca
XII Muestra de Cine realizado por mujeres

O Grupo de Mulheres de Sobrarbe e o Coletivo de Mulheres Feministas de Huesca organizam a que será a XII Mostra de cinema realizado por mulheres que será celebrada em Huesca, de 12 a 18 de março de 2012.

Dois dos filmes que fazem parte este ciclo (Tabou Mwansa the great)  chegam a Huesca pela mão do Cinenómada, um programa financiado pela Casa África e gerido por Al-Tarab, organizadora do Festival de Cinema Africano de Tarifa (FCAT), que tem como objectivo dar a conhecer a produção cinematográfica do continente africano em Espanha.

A Casa África patrocina o Cinenómada porque tem, como Al-Tarab, o objectivo de dar a conhecer o cinema africano ao maior número possível de espectadores espanhóis e de aproximar África a Espanha.

O Cinenómada coloca à disposição de diferentes entidades uma ampla selecção de títulos procedentes das passadas edições do FCAT, legendados em espanhol, que é hoje a única oferta desta dimensão e género que existe em Espanha e que garante a realizadores e a produtores do continente africano alguns rendimentos, que, embora modestos, são frequentemente os únicos que obtêm.

É dirigido a associações, municípios, conselhos, universidades, centros culturais, cinematecas, museus e qualquer tipo de organismo ou instituição interessada na promoção do cinema africano. Com o Cinenómada consegue-se difundir ao longo de todo o ano um cinema que, de outra forma, continuaria a estar concentrado exclusivamente em festivais especializados.

Com Mwansa the great conheceremos a história deste menino que tenta demonstrar a todos que é um herói, mas comete uma falha imperdoável: parte a boneca de barro de Shula, a sua irmã mais velha. Não lhe resta qualquer remédio além de se lançar numa procura para reparar a boneca e também para demonstrar que realmente é Mwansa, o Grande.

Tabou traz-nos a história de Leila, uma jovem de 18 anos que numa noite solitária durante o Ramadão, teve de enfrentar os seus demónios. O seu corpo obriga-a a recordar o que deve fazer para libertar a sua palavra. Só o canto que entoava em menina pode fazer com que a chaga cicatrize.

Ambas os filmes poderão ser vistos no Teatro Olimpia nos seguintes horários:

  • Mwansa the great, 14 de março, às 19h15
  • Tabou, 17 de março, às 22h

A entrada para ambas as projeções é gratuita

Consultar o programa completo aqui

 
 
 
Compartir con:
 
 
Newsletter

E-Newsletter


Recibe nuestro boletín electrónico semanal con las actividades y noticias de Casa África.

 

Quién es Quién en África


 

  • Filter by:
 
of425

There are no results for this search
 

Efemérides


Premios de Casa África


Premios Griot de Ébano, Premios de Ensayo, Premios de cine...