07/11/2011

Elise Fitte Duval, prémio Casa África 2011 da Bienal de Fotografia de Bamako

Fotografia da série ‘Viver com os pés debaixo de água’ (Elise Fitte Duval, 2009).

Fotografia da série ‘Viver com os pés debaixo de água’ (Elise Fitte Duval, 2009).

A fotógrafa nascida em Martinica e residente há muitos anos no Senegal, Elise Fitte Duval, foi galardoada na passada sexta-feira com o Prémio Casa África, da Bienal de Fotografia de Bamako 2011. Duval participou na Bienal de Bamako, que se destinava este ano a falar da sustentabilidade sob o título de Por um mundo sustentável, com uma série de fotografias chamadas Viver com os pés debaixo de água.

As fotografias de Fitte Duval denunciam que no Dakar em bairros como Pikine, Rufisque ou Guediawaye “somente cinco minutos” de chuva são suficientes para inundar as ruas e as casas da área. Em 2010, foram batidos recordes históricos de chuva, que deixaram inundados esses bairros durante seis meses, modificando assim o dia-a-dia dos seus habitantes. “Tentei mostrar com as minhas fotografias o dia-a-dia de toda essa gente que sobrevive entre a água e que além do mais não está acostumada a isso”, disse a vencedora.

Na cerimónia de entrega dos prémios da Bienal, o júri destacou que as fotografias apresentadas são uma potente ferramenta de reflexão para levantar a questão de como devem atuar os países perante as alterações climáticas. Precisamente, a mensagem de Elise Fitte Duval incide na necessidade de os responsáveis políticos fazerem um esforço na política urbanística para que esta contemple os novos cenários que são propiciados pelas alterações climáticas.

A Casa África, em colaboração com a Embaixada de Espanha no Mali, colaborou novamente nesta edição da Bienal com a atribuição deste prémio, destinado a uma fotógrafa. O prémio consiste na edição de um livro sobre a sua obra, no âmbito da coleção Fotógrafas Africanas, que a Casa África lançou em colaboração com a editorial La Fábrica e a organização de uma exposição em Las Palmas de Grã-Canária, cidade que acolhe a sede da instituição de diplomacia pública, a qual depois viaja por todo o Estado espanhol. Na edição anterior, o prémio Casa África foi para a sul-africana Zanele Muholi, cuja exposição, comissariada por Masasam Espacios de Creación, pode ser vista na Casa África até ao próximo dia 20 de janeiro.
 

Back

 
 
Registro de periodistas

Registro Periodistas


Recibe nuestros comunicados de prensa.

 
Newsletter

E-Newsletter


Recibe nuestro boletín electrónico semanal con las actividades y noticias de Casa África.

 

En nuestra agenda


 
 

Conoce África


conoce_africa Conoce a fondo este gran continente: sus países, organizaciones, sus más famosas personalidades...
 
Media

Mediateca


Accede a nuestro fondo documental de libros, películas y música.