25/01/2013

INVESTOUR aborda o aumento da conetividade aérea com os países africanos

Mais de meia centena de empresas espanholas inscreveram-se em reuniões B2B

Mais de meia centena de empresas espanholas inscreveram-se em reuniões B2B

A quarta edição do INVESTOUR, o Fórum de Investimento e Negócios Turísticos em África que ser realizarão no próximo 31 de janeiro, como parte da FITUR, centrará os seus debates no aumento da conetividade aérea entre a África e o continente europeu, o desenvolvimento regional e o potencial dos investimentos no setor do turismo. A sessão da manhã desta edição terá este ano um formato dinâmico e envolvente, com duas mesas redondas, que combinam dados de exposição e informações para o debate e participação pública para tratar das questões mais prementes relacionadas com a África e o sector do turismo.

Um total de 18 ministros de Turismo de países africanos já confirmaram a sua presença no evento ‘africano’ da Feira Internacional de Turismo, que permite entrar em contato com o empresariado espanhol, com empresas e instituições africanas do setor. Cabe destacar ainda, que a sessão da manhã desta edição será fechada pelo ministro do Turismo do Senegal, o famoso músico Youssou N'Dour, que apresentará ao público tanto os seus projetos de desenvolvimento turístico no Senegal, bem como os seus pontos de vista sobre o papel do turismo e da cultura como motores do desenvolvimento económico no continente africano.

Na parte da manhã, a INVESTOUR servirá para gerar conhecimento e debate sobre a situação e o potencial do setor turístico na África, enquanto à tarde se mantém fiel ao seu trabalho de colocar ao empresariado espanhol o contacto com os representantes africanos do setor através de reuniões de negócios (B2B). Na edição deste ano, mais de 50 empresas espanholas já confirmaram a sua participação para conhecer um total de 213 projetos em 37 países africanos.

Programa
Os responsáveis máximos das instituições que organizam o Fórum, Luis Eduardo Cortés (Presidente da IFEMA), Santiago Martinez-Caro (Diretor-Geral da Casa África) e Taleb Rifai (Secretário-Geral da Organização Mundial do Turismo, OMT), serão os responsáveis de inaugurar este evento, liderado pelo Diretor Regional para a África da OMT, Ousmane Ndiaye, enfatizando mais uma vez a oportunidade que significa para o setor turístico espanhol, em que o seu know-how entre em contacto com os empresários africanos em busca de conhecimentos, consultoria ou o músculo financeiro para iniciar os seus negócios, principalmente relacionadas à construção de complexos hoteleiros, o desenvolvimento local através do turismo ou da formação.

O primeiro debate, que será moderado pelo Diretor-Adjunto Regional da África da OMT, Helder Thomas, discutirá sobre os desafios e oportunidades do desenvolvimento turístico de África, e contará, entre outros, com o ministro do Turismo, do Burkina Faso, Baba Hama, atual presidente da Comissão para a África da OMT. Junto ao ministro, o debate permitirá ouvir as opções que o empresário espanhol tem para investir em África, da mão do diretor-adjunto do desenvolvimento de negócios da COFIDES, Fernando Aceña, ou como os bancos africanos estão a atuar na área do investimento turístico, que desenvolverá o representante o banco marroquino Attijariwafa Bank, Nestor Montoya. O debate mostrará também como estão a trabalhar países como Moçambique no desenvolvimento turístico, saber como está a ser delineada a política dos Parques Nacionais na Tanzânia ou conhecer a experiência de um operador turístico espanhol de ‘viagens à medida' especializado em África, Nuba.

O segundo debate, que será liderado pelo Secretário-geral da Casa África, Luis Padilla, será sobre a conetividade aérea e o desenvolvimento regional. Empresas como a Iberia, Binter Canarias, Turkish Airlines ou Brussel Airlines apresentarão as suas ações com África e a sua planificação de abertura de rotas, respondendo ao crescimento do tráfego e das expetativas económicas nos países africanos. A presença de quatro companhias aéreas irá permitir mostrar tanto a visão ‘africana’ de companhias com vocação internacional, como a Iberia ou a Turkish, como também uma pequena companhia aérea regional como a Binter Canarias, que tomou o continente africano como um espaço natural de expansão a partir das Ilhas Canárias. Juntamente com esta crescente conetividade aérea com a África, o debate também irá discutir o desenvolvimento regional africano como fator decisivo para o aumento do turismo, que contará com a presença do ministro do Turismo da África do Sul, Marthinus Van Schalwkwyk, o Diretor Executivo da OMT, Frederic Pierret, ou o representante da União Económica e Monetária da África Ocidental (UEMOA), Gustave Diasso.

A sessão da manhã da INVESTOUR realizar-se-á na próxima quinta-feira, 31 de janeiro, a partir das 10.00 da manhã, nas salas 107-108 do Centro Norte de Convenções e Congressos. A sessão da manhã está aberta a todo o público credenciado pela FITUR, enquanto a tarde participam nas reuniões B2B apenas as empresas inscritas.

 

O âmbito em que se celebra a INVESTOUR África, FITUR, Feira Internacional de Turismo, é o primeiro grande evento anual para a indústria do turismo mundial, onde as empresas e organizações têm a oportunidade de definir as suas estratégias para o próximo ano. A Feira, que em 2012 reuniu 9.506 empresas de 167 países e regiões, e 210.877 participantes, realizará a sua 33 ª edição, no dia 30 janeiro até ao dia 3 fevereiro de 2013, na Feira de Madrid.

 

Back

 
 
Registro de periodistas

Registro Periodistas


Recibe nuestros comunicados de prensa.

 
Newsletter

E-Newsletter


Recibe nuestro boletín electrónico semanal con las actividades y noticias de Casa África.

 

En nuestra agenda


 
 

Conoce África


conoce_africa Conoce a fondo este gran continente: sus países, organizaciones, sus más famosas personalidades...
 
Media

Mediateca


Accede a nuestro fondo documental de libros, películas y música.